“Revitalização” (entre aspas)

Do lado de lá do Atlântico, chegam-nos estas novidades de S. Paulo. O processo é muito idêntico ao que se passa um pouco por todo o mundo e em Portugal, sobretudo no caso da cidade do Porto. Uma confusão entre interesses privados e públicos, com contornos ambíguos e deficitária de participação pública. Enfim, the same old story…

«São Paulo não precisa da Nova Luz, diz urbanista».

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 1. Imprensa, Blogosfera e Web, 12. Reabilitação Urbana com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s