Encontro Património Natural e Cultural: Construção e Sustentabilidade

O GECoRPA – Grémio das Empresas de Conservação e Restauro do Património Arquitectónico, a QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza e a Comissão Nacional Portuguesa do Conselho Internacional dos Monumentos e dos Sítios (ICOMOS) organizam o encontro “Património Natural e Cultural: Construção e Sustentabilidade!”, com o objectivo de promover a salvaguarda do património natural e cultural como via para a sustentabilidade no ordenamento do território e na construção. Este encontro terá lugar no dia 18 de Outubro no Auditório 3, Fundação Gulbenkian, Lisboa.

A construção é uma das actividades humanas com maior impacto, quer sobre o património natural, quer sobre o património cultural. Em relação ao primeiro, o impacto da construção surge associado às novas urbanizações e infra-estruturas e faz-se sentir em diversas frentes, desde a ocupação irreversível de solo virgem, com a consequente perda de biodiversidade e degradação da paisagem, até à produção, transporte e deposição (na maior parte, sem controlo) de um grande volume de resíduos. A construção envolve, também, o consumo de enormes quantidades de matérias-primas e de energia, que, no caso de Portugal é proveniente, sobretudo, de combustíveis fósseis. Em relação ao segundo, o património cultural, o impacto da construção faz-se sentir em particular sobre a cidade antiga, os centros históricos e o próprio ambiente construído. De facto, a demolição e substituição dos edifícios antigos dos centros urbanos contribui para a sua progressiva descaracterização e desvalorização. É a “alma” desses centros que se perde e, com ela, um conjunto de referências identitárias essenciais.

O presente encontro, numa iniciativa conjunta do GECoRPA – Grémio das Empresas de Conservação e Restauro do Património Arquitectónico, da QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza e do ICOMOS Portugal – Comissão Nacional Portuguesa do Conselho Internacional dos Monumentos e dos Sítios (ICOMOS), tem como objectivos:

I. Evidenciar os múltiplos impactos da construção, das opções estratégicas com ela relacionadas e dos sectores de actividade a montante e a jusante, sobre o património natural e o património cultural, em particular na sua vertente património construído a proteger;

II. Demonstrar que as estratégias tendentes a conservar o património natural e a reabilitar e valorizar o património construído contribuem, simultaneamente, para a sustentabilidade do sector da construção, em particular, e para o desenvolvimento sustentável do País, em geral.

Programa aqui

Mais informações aqui

Advertisements
Esta entrada foi publicada em 2. Agenda com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s