Seis cidades portuguesas na lista das '10 mais' da Europa com ligação à banda larga

O Diário de Notícias publicou há alguns dias uma notícia que dava conta que num estudo  efectuado pela Akamai com o nome State of the Internet Portugal tem 6 das 10 cidades da Europa com melhor e maior ligação à internet.

Vejam a notícia abaixo e se tiveram algum tempo leiam o estudo.

Seis cidades portuguesas estão na lista das “10 mais” da Europa ligadas em banda larga e Portugal ocupa a 15.ª posição nos países com esse acesso à Internet, segundo a Akamai. O estudo The State of the Internet, agora revelado pela empresa que detém uma rede mundial de servidores e assim consegue analisar o tipo de acessos à sua rede, é relativo ao terceiro trimestre de 2009. A empresa considera banda larga o acesso acima de 2 Mbps (megabits por segundo).

Fernão Ferro, Moita, Palmela, Feira, Funchal e Aveiro têm quase 100% de ligações acima dos 2 Mbps. David Belson, director de Market Intelligence da Akamai, explicou por email que os dados recebidos da equipa técnica apenas referem Ferro ou Feira. Presume-se que se trate de Fernão Ferro e Santa Maria da Feira.

“Portugal está classificado em 15.º lugar, com 78% de ligações à Akamai a velocidades acima dos 2 Mbps”, explicou Belson. “Enquanto as cidades listadas têm 98-99% de penetração de banda larga, provavelmente outras em Portugal têm acessos inferiores, baixando a média total para 78% e colocando o país fora do top 10”.

A empresa contabiliza uma média de acesso em banda larga no nosso país de 3,5 Mbps, com 17% acima dos 5 Mbps (a média global é de 19%), e apenas 0,9% abaixo de 256 Kbps. O State of the Internet analisou pela primeira vez as velocidades de conexão em cidades e detectou o afastamento entre Ásia, Europa e América do Norte (com 95% ou mais das principais cidades com banda larga) e África, América do Sul e Oceânia, onde não se passa da média de 4 Mbps.

A questão é importante porque a banda larga ajuda a dinamizar a economia, segundo o estudo Does Broadband Boost Local Economic Development?, publicado em Janeiro pelo Public Policy Institute of California (EUA).

Nas regiões norte-americanas analisadas entre 1999 e 2006 há uma “relação positiva entre expansão da banda larga e crescimento económico”. No entanto, a conclusão não é definitiva porque os benefícios económicos e crescimento do emprego para os residentes continua por provar, ao contrário do aumento do valor imobiliário e dos impostos locais.

Ainda segundo o trabalho da Akamai, a Coreia do Sul mantém a liderança na grande banda larga (acima de 5 Mbps) e de média de acesso com maior velocidade, com 14,6 Mbps. Os países com maior penetração de banda larga são a Coreia do Sul, Suécia, Japão, Holanda, Dinamarca, Hong Kong, Noruega, EUA, Bélgica e Canadá. “A velocidade média das ligações globais está outra vez a aumentar, após uma quebra inesperada no segundo trimestre”, diz a empresa, atingindo então os 1,7 Mbps. Mais de 100 países ainda têm acessos médios abaixo de 1 Mbps.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em 1. Imprensa, Blogosfera e Web, 13. Cidades Criativas com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s