Edifício da nova biblioteca de Espinho continua vazio três meses depois da inauguração

289778O novo edifí­cio da Biblioteca Municipal de Espinho, inaugurado faz hoje três meses, continua por abrir ao público, mantendo-se sem livros, sem mobiliário e sem energia eléctrica, não havendo ainda data prevista para a sua entrada em funcionamento.

O edifí­cio «não reúne qualquer condição para a respectiva abertura, devido a uma questão técnica que ainda não está ultrapassada: não dispõe de energia eléctrica e precisa de um posto de transformação», disse Pinto Moreira, presidente da Câmara de Espinho.

A solução do problema – que o autarca atribui à  pressa «eleitoralista» com que o edifí­cio foi inaugurado pelo seu antecessor – «não é tão simples quanto se possa pensar, porque obriga a uma obra que ainda é relativamente avultada, não só em termos orçamentais, mas também no que se refere aos recursos técnicos que envolve».

Para Pinto Moreira, «é absolutamente lamentável» que a biblioteca tenha sido inaugurada «num espaço nobre da cidade sem que estivesse efectivamente dotada de condições para funcionar» e defende que a situação «reflecte a forma como o autarca anterior geria este dossi껝.

«A biblioteca não tem livros, não tem um quadro de pessoal regular, não tem mobiliário», refere o actual presidente da Câmara. «Foi inaugurada com toda a pompa e circunstância apenas a dois dias do acto eleitoral com um intuito meramente eleitoralista», disse.

Pinto Moreira afirma também que «houve um erro no projecto relativamente ao mobiliário», mas adianta que «o arquitecto responsável já está a corrigi-lo». O presidente da Câmara de Espinho, não faz, contudo, previsões quanto ao arranque da actividade do novo equipamento. «Não posso concretizar prazos para a abertura do edifí­cio», declara. «A única coisa que posso dizer é que espero que seja até final deste ano e que vamos todos trabalhar nesse sentido».

O edifí­cio da nova Biblioteca Municipal de Espinho foi inaugurado na Avenida 24 a 9 de Outubro de 2009 por José Mota, então chefe do executivo autárquico e em funções no cargo há 16 anos, sempre pelo PS.

Actualmente, os serviços da biblioteca mantêm-se em funcionamento no salão nobre da piscina Solário Atlântico, na Rua 6, sendo complementados com a oferta dos pólos de Paramos e Anta.

Fonte – Jornal Público

Advertisements
Esta entrada foi publicada em 1. Imprensa, Blogosfera e Web com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s