A torre mais alta do mundo para esquecer a crise

Burj DubaiCom mais de 800 m de altura, a Burj Dubai não é só um projecto de arquitectura faraónico, é também uma alavanca para ajudar o emirado a erguer-se da crise económica.

A festa seria maior se não houvesse uma crise económica a ensombrar a inauguração, hoje, da maior torre do mundo: mais de 800 metros de betão a rasgar os céu do Dubai visíveis a cem quilómetros de distância. A Burj Dubai ( burj é a palavra árabe para torre) é um projecto faraónico assinado pelo arquitecto Adrian Smith e que promete ficar na história. A promotora imobiliária, Emaar Properties, tem mantido o segredo sobre a altura exacta da torre, que tem 160 andares.

O emirado que tem fomentado a construção de projectos deste calibre está a braços com um processo delicado de renegociação da dívida pública (cerca de 69 mil milhões de euros) e com uma grave crise imobiliária. A inauguração pretende fazer esquecer, pelo menos por um dia, as notícias que surpreenderam o mundo no final de Novembro, quando se soube que o emirado falhou o pagamento da dívida. “Somos fortes e perseverantes”, disse então o sheik Mohammad Ben Rached Al-Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro. O emirado foi salvo da bancarrota pelo vizinho Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.

A Burj Dubai é o símbolo do crescimento desmesurado do emirado. Mais de metade da população do Dubai, a esmagadora maioria expatriados, vive da construção e do imobiliário exuberante. A região tornou-se um imenso estaleiro de obras, com ilhas artificiais e prédios gigantes. A promotora Nakheel chegou a anunciar a construção de um edifí­cio ainda mais alto, com mais de um quilómetro de altura, mas o projecto foi abandonado no iní­cio de 2009, devido à crise.

A Burj Dubai – que inclui mais de mil apartamentos, tem 49 andares de escritórios e um luxuoso hotel desenhado pelo estilista Giorgio Armani nos pisos inferiores – é o elemento central de um gigantesco projecto imobiliário de 20 mil milhões de dólares, que dá pelo nome de Downtown Burj Dubai. Este complexo conta com 30 mil apartamentos e o maior centro comercial do mundo. O orçamento total do projecto da Burj Dubai é de cerca de 4,1 mil milhões de dólares (quase 3 mil milhões de euros) e para toda a nova Downtown Dubai, 20 mil milhões de dólares.

Segundo Mohamed Ali Alabbar, o presidente da promotora imobiliária Emaar Propertiers, o preço do metro quadrado de sala de escritório é de 43 mil dólares (30 mil euros), e a Armani Residences, imobiliária encarregada das vendas dos apartamentos, comercializava o metro quadrado das salas por 37 500 dólares (26 mil euros). É, portanto, um espaço acessível a muito poucos – e isto não tem nada a ver com a sua altura.

Fonte – Diário de Notícias

Advertisements
Esta entrada foi publicada em 1. Imprensa, Blogosfera e Web, 8. Arquitectura e Engenharia com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s